Aquaman – MFC Resenha 11

 

Aquaman

 

MFC Resenha

 


 

Warner Bros. nos surpreende com uma reviravolta inesperada de Aquaman (2018), o lançamento mais recente do Universo DC. O filme obteve uma arrecadação de mais de U$1,1 bilhões ao redor do mundo, e se tornou o filme mais rentável da DC até agora.

 

Dirigida por James Wan (Jogos Mortais, 2014 e Velozes e Furiosos 7, 2015) e co-escrita por Geoff Jones, ex-presidente da DC Entertainment e o responsável pelo relançamento do herói durante a edição de 2011 de quadrinhos chamada Os Novos 52. Era esperado um exagero de efeitos visuais e CGI, porém acabou se tornando um dos melhores filmes da DC.

 

Patrick Wilson, com quem Wan tinha trabalhado previamente em Sobrenatural (2010) e Invocação do Mal (2013), foi escalado para o papel do vilão Orm Marius, também conhecido como Mestre dos Oceanos, o meio-irmão de Aquaman. Já o herói é interpretado por Jason Momoa (Guerra dos Tronos, 2011-2012) desde a sua primeira aparição como o herói dos sete mares em Batman vs Superman – A Origem da Justiça (2016) e Liga da Justiça (2017).

 

Colorido e ruidoso, esta nova versão nos traz uma a épica batalha entre seres mitológicos e afasta-se da atmosfera séria e sombria dos outros filmes da DC. Assim, o diretor dá ao público a história de ação que tanto queriam. Aquaman resgata um personagem ferido pela história e o transforma em um dos preferidos pelos fãs.

 

Através de uma impressionante produção visual, figurino e uma grande direção, o filme nos apresenta uma estrondosa e colorida experiência e oferece um mundo marinho nunca visto antes, nos permitindo submergir em mundo de lugares e criaturas fantásticas, que nos deixam ansiosos para saber mais. Como visto no filme da Mulher-Maravilha (2017), a construção de mundos que a DC tem realizado pode ser uma batalha ganha no seu constante conflito contra a Marvel Studios.

 

O filme é altamente recomendado, se você quer estar atualizado sobre a evolução visual no gênero dos super-heróis. Ainda que a maior parte do filme ocorra sob a água, Aquaman poderia ser folego que o Universo DC necessita para recuperar a confiança de seus seguidores.