Os melhores episódios de Game of Thrones – MFC TOP 5

 

Os melhores episódios de Game of Thrones

 

MFC TOP 5

 


 

Game of Thrones, a série que deixa o mundo inteiro na expectativa, chega à sua oitava e última temporada no dia 14 de abril.

 

Criada por David Benioff e D. B. Weiss para HBO, Game of Thrones é baseada na série de livros A canção de gelo e fogo, escrita pelo autor estado-unidense George R. R. Martin, a qual se mantém como uma das histórias de fantasia épica mais aclamadas desde O Senhor dos Anéis.

 

Graças aos seus cativantes personagens, rica mitologia e intrincadas tramas políticas, Game of Thrones tem acumulado fanáticos ao redor do mundo desde o seu lançamento em 2011. Ainda que na sexta temporada, a série teve licenças criativas que a distanciou pouco a pouco dos livros, suas características e impressionantes reviravoltas continuam fazendo de Game of Thrones uma série tremendamente ousada, onde a vida de todos e cada um dos seus personagens está em jogo. Várias dessas mortes se deram em momentos cruciais da história, deixando os expectadores com corações partidos e momentos memoráveis.

 

No My Family Cinema fizemos um TOP 5 com os melhores episódios da série, para lembrar, chorar, e celebrar esses momentos juntos, preparando-nos para a temporada final.

 

E cuidado, esta lista contém SPOILERS.

 


 

5. Baelor

(Game of Thrones – Temporada 1, episódio 9)

 

Depois que os Stark nos apresentaram o mundo de Game of Thrones, em Baelor compreendemos a verdadeira cara da série.

 

Neste episódio acaba a incerteza pelo destino de Ned Stark (Sean Bean), quem foi privado da liberdade no episódio 7. Dois episódios depois, as esperanças de todos os expectadores se colapsam: após aceitar as acusações de traição à Coroa sob a promessa de ser enviado para servir ao Muro, Ned Stark é vítima da crueldade do Rei Joffrey Baratheon (Jack Glesson), que decide decapita-lo na frente da sua própria filha.

 

Com a inesperada morte de Ned Stark, que até agora era considerado o protagonista da série, fica estabelecido que em Game of Thrones absolutamente ninguém está a salvo.

 

 

4. The Mountain and the Viper

(Game of Thrones -Temporada 4, episódio 8)

 

Ainda que cheio de eventos memoráveis, como a legitimação do bastardo Ramsay Snow (Iwan Rheon) como um verdadeiro Bolton, ou o exílio de Jorah Mormont (Iain Glen) imposto por Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) ao descobrir sua traição, é o enfrentamento em King’s Landing o que faz deste um episódio surpreendente.

 

Oberyn Martell (Pedro Pascal), quem chegou de Dorne à capital em busca de vingança, aceita defender a Tyrion Lannister (Peter Dinklage) em um julgamento por combate contra Gregor “A Montanha” Clegane (Hafþór Júlíus Björnsson), culpado pela morte de Elia Martell e seus dois filhos.

 

Ainda que Oberyn parecia dominar o terreno, Clegane consegue derrubá-lo e esmagar sua cabeça brutalmente, acabando com a vida de um dos personagens mais carismáticos da série.

 

Sem dúvida, um episódio que deixou todos de boca aberta.

 

 

3. The Rains of Castamere

(Game of Thrones – Temporada 3, episódio 9)

 

 

Após a execução de Ned Stark, a responsabilidade de fazer justiça recai no seu filho mais velho, Robb Stark (Richard Madden), que levanta armas e é proclamado Rei no Norte. Lamentavelmente, suas decisões não são as mais acertadas.

 

Ao haver traído a promessa de casamento com uma das filhas de Walder Frey (David Bradley), Robb, sua mãe e sua esposa grávida, são assassinados por seus abandeirados, Walder Frey e Roose Bolton (Michael McElhatton), que se aliaram aos Lannister.

 

O Casamento Vermelho foi um dos acontecimentos mais tristes do Game of Thrones, desmoronando toda a esperança de que os Stark obtenham a justiça que merecem e fazendo cada vez mais incerto o futuro da série.

 

 

2. Beyond the Wall

(Game of Thrones – Temporada 7, episódio 6)

 

Com a missão de capturar um dos mortos-vivos para demonstrar que no Norte há uma luta mais importante, este episódio reúne vários dos guerreiros mais fortes de Game of Thrones.

 

Jon Snow (Kit Harington) lidera a Sandor Clegane (Rory McCann), Jorah Mormont, Beric Dondarrion (Richard Dormer), Thoros de Myr (Paul Kaye) e Gendry (Joseph Dempsie) mais além do Muro, junto a Tormundo (Kristofer Hivju) e outros cinco selvagens.

 

Sendo rodeados por um enorme exército de White Walkers e mortos-vivos, Jon e seu grupo são resgatados por Daenerys, mas, para a surpresa de todos, o Rei da Noite consegue derrubar a um dos seus dragões, revivendo-o e tornando-o parte do seu exército ao final do episódio.

 

Em Game of Thrones ninguém está a salvo, nem mesmo os dragões. A única certeza é que tudo sempre pode piorar.

 

 

 1. Battle of the Bastards

(Game of Thrones – Temporada 6, episódio 9)

 

Honrando às grandes batalhas épicas realizadas em Game of Thrones, como as de Blackwater (temporada 2, episódio 9) e Hardhome (temporada 5, episódio 8), a Batalha dos Bastardos leva muito mais longe as formas de representar a guerra no cinema e na televisão.

 

Além das grandes tomadas panorâmicas e a linda cinematografia nas cenas gerais de batalha, o mais especial do episódio é a maneira que tem de comunicar os horrores da guerra, através de Jon Snow. O personagem nos serve de guia através de uma compilação de emoções, onde presenciamos a tensão, a violência e o desespero que se vive no meio de um campo de batalha.

 

A maestria com a qual foi produzido esse episódio o fez merecedor dos prêmios a “Melhor roteiro de série dramática” e a “Melhor direção de série dramática” nos Prêmios Primetime Emmy de 2016.

 

De realismo tático invejável, esta batalha é uma das melhores sequências bélicas na série. Ainda assim, com toda a sua glória intacta, se prometeu que será superada pela batalha final na última temporada de Game of Thrones.

 

 


 

Apesar de termos deixado de lado vários dos episódios mais icônicos e intensos da série, no My Famuly Cinema, estamos satisfeitos com esse TOP 5, pois achamos que representa em grande escala as características emblemáticas da série e como são transmitidas.

 

Vivemos 8 anos de Game of Thrones, sabemos que esta última temporada será ainda mais impressionante que qualquer outra coisa que tenham feito antes, e a espera já está quase no fim!